top of page
Buscar

Coocacer reúne integrantes do café em grande celebração e apresenta os melhores cafés da safra 2023

Noite da Singularidade conectou cadeia do café da semente à xícara com significativas homenagens e premiou cooperados em qualidade e sustentabilidade.


Por Comunicação Coocacer

Imagens: Henrique Vieira



Brinde da diretoria Coocacer na Noite da Singularidade


A “Noite da Singularidade”, evento promovido pela Coocacer Araguari no dia 11 de novembro, no Pica-pau Country Clube, na cidade de Araguari, reuniu cooperados e integrantes da cadeia do café e celebrou a conquista de boas colocações em concursos de qualidade, revelando os grandes campeões da safra 2023 em três categorias: Natural, Cereja Descascado e Fermentação Induzida na Etapa Campeões Coocacer, a qual integra a Etapa Regional do 11º Prêmio Região do Cerrado Mineiro, que acontece no dia 30 deste mês, em Uberlândia.


Para a noite especial, a Coocacer contou com presenças de autoridades políticas como o Deputado Federal Zé Vitor e o Deputado Estadual Raul Belém, que além de figuras públicas, são grandes parceiros dos cafeicultores e da cooperativa pelos avanços da cafeicultura na Região do Cerrado Mineiro. Parceiros comerciais, entidades, sociedade e imprensa também prestigiaram a celebração que surpreendeu pela programação apresentada, homenagens, premiações e requinte dos itens escolhidos para a noite especial. A condução das emoções ficou sob a responsabilidade de Mônica Cunha, jornalista, escritora e apresentadora de TV e de Flávio Pires, publicitário e mestre de cerimônias. A produção e direção do evento ficou a cargo da Superintendente Executiva da Coocacer, Eliane Cristina Barbosa Cardoso.


Campeões da safra 2023

A “Noite da Singularidade” foi um evento tomado por grandes emoções do início ao fim e a premiação dos melhores cafés da safra foi um dos momentos mais aguardados pelos presentes.

A premiação Etapa Campeões Coocacer integra a Etapa Regional do 11º Prêmio Região do Cerrado Mineiro em três categorias: Cereja Descascado, Fermentação Induzida e Natural.


Campeã da Categoria CD, Evanete Peres ao lado do presidente do Sicoob Aracredi, José Carlos Silva, e do presidente da Coocacer, Mário


Na Categoria Cereja Descascado, a grande campeã da noite foi a cooperada, Evanete Peres Domingues, seguida pelo cooperado, Nildinei Santarosa em segundo lugar e Takashi Yanagi, em terceiro lugar.


Finalistas da Categoria Cereja Descascado ao lado da jornalista, Mônica Cunha.


Na Categoria Fermentação Induzida, a cooperada Evanete Peres Domingues subiu ao palco novamente e levou mais um troféu de primeiro lugar. O segundo lugar ficou para o cooperado, José Bertaglia e o terceiro para a cooperada, Michelle Balen Aernoudts.

Finalistas da Categoria Fermentação Induzida.


“Eu tenho que agradecer a todo o meu pessoal, uma equipe fabulosa que chegou a este resultado comigo. Esse gênero descascado não é a nossa primeira tentativa, deve ser o terceiro ano que investimos nesse processo e nesta safra deu muito certo. Ele ficou muito bom e, quanto ao fermentado, também já é um processo que temos feito ao longo do tempo. Essa conquista é uma felicidade enorme. Vale muito a pena a nos dedicarmos, tentar fazer o melhor e contar com um grupo muito bom, por isso eu agradeço muito a eles, porque são eles que cuidam de todo o processo comigo”, aborda a cafeicultora campeã que também tem como título ser a primeira cafeicultora da Coocacer a conquistar a certificação Regenagri, ofertando aos consumidores, um café premiado e também regenerativo.

Representante do campeão Thomé Vicente de Lima, na categoria Natural e Júri Popular, Ladmir de Lima, celebra as conquistas da

safra de 2023 ao lado do presidente da Coocacer, Mário T. Watanabe e o e o presidente da FAEC, Diogo Machado C e Souza.


Na Categoria Natural, o grande campeão foi o cooperado, Thomé Vicente de Lima. A segunda posição foi ocupada pelo cooperado, Luiz Gonzaga Miranda e a terceira, pelo cooperado, Anderson Padial.


Finalistas da Categoria Natural ao lado da jornalista, Mônica Cunha


A família do cooperado Thomé Vicente de Lima viveu uma nova emoção e levou para casa mais um troféu, o de Júri Popular, pois, durante a celebração, o café dos finalistas foram degustados e pelo voto dos presentes, este foi o eleito o melhor café da noite, algo que comoveu os familiares ao levantarem o segundo troféu.


“O resultado desta noite é a consagração de um trabalho de mais de 40 anos e que eu gostaria de deixar claro que não é feito sozinho, mas sim por muita gente, como nossos colaboradores que se empenham em descobrir o melhor café para estas iniciativas e, neste ano, eles descobriram. Assim como eles, o público presente no evento também descobriu ao eleger nosso café como o melhor dos finalistas aqui presentes. Tudo isso é motivo de alegria, pois demonstra o resultado de todo o cuidado com o café, que começa na fazenda e tem continuidade na cooperativa, que é diferenciada, pois cuidamos do café de forma individualizada, de cada pessoa, de cada cooperado, de cada produtor. Isso nos traz um diferencial imenso que, consequentemente, é reconhecido neste momento”, avalia Ladmir de Lima, representante da família do vencedor da noite nas categorias Natural e Júri Popular, e responsável pela direção das propriedades da família, através de um processo sucessório de muito sucesso na família Lima.

Cláudio Morales, presidente da ACA, recebe homenagem das mãos de Evanete Peres, conselheira Coocacer, e do Deputado Estadual, Raul Belém, uma das autoridades políticas que prestigiaram a Noite da Singularidade.


Amigos do Café

Dentro de sua cultura de reconhecer a importância de todos os elos da cadeia, a Coocacer realizou a homenagem Top 12 – Amigos do Café. Iniciada em 2022, ela reconhece 12 elos da cadeia do café que contribuem de forma sustentável para o sucesso da cafeicultura, em especial a cafeicultura da Região do Cerrado Mineiro.


As categorias e seus respectivos homenageados foram: Produtor de Café, cooperado fundador Antônio Mantovanelli; Viveiro de Café, Viveiro Sacoman completando 35 anos; Comércio e Representação de produtos para cafeicultura, W2 Agronegócios Ltda; Associação de Cafeicultores, ACA - Associação dos Cafeicultores de Araguari; Corretora de Café, MC Corretora e Rangel Corretora; Cooperativa de Cafeicultores, Expocacer – Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado; Empresa Exportadora de Café, Mitsui & Co.; Indústria de Torrefação de Café, Nuance Cafés Especiais; Cafeteria Promotora da Região do Cerrado Mineiro, Mundo Café Máquinas e Equipamentos; Veículo de Comunicação da Cafeicultura em Geral, Grupo Paranaíba de Comunicação e Grupo Integração de Comunicação; Profissional Especialista em Café Ensei Uejo Neto.


A grande surpresa ficou para a nomeação de Mônica Cunha como a mais nova embaixadora da Região do Cerrado Mineiro, resultado do seu trabalho de divulgação e envolvimento com todos os elos da cadeia do café, representando, pelo segundo ano consecutivo, na sequência de homenagens, os consumidores apaixonados por todo o universo que o grão oferta.


Da semente até a xícara, todos os representantes da cadeia do café estiveram representados no palco.

Deputado Federal Zé Vitor marcou presença na Noite da Singularidade.


Sustentabilidade chancelada

O evento teve a chancela da sustentabilidade com o selo ECOOAR, sendo realizado de acordo com boas práticas e revertendo a emissão de carbono em plantio de árvores.

No início de 2023, a Coocacer foi primeira entidade da Região do Cerrado Mineiro a conquistar o selo e realizou o terceiro evento com este importante reconhecimento.

Os cooperados que mantém em suas propriedades as principais certificações como Certifica Minas, Rainforest Alliance, 4C e Regenagri foram destacados no evento recebendo reconhecimento por suas ações sustentáveis nos âmbitos ambiental, social, econômico e governança.


Festival Elas no Cerrado Mineiro

Um espaço reservado no evento homenageou as 51 mulheres que participaram do Festival Elas no Cerrado Mineiro, que em 2023 contou com participação de cooperadas da Coocacer, Carmocer, Expocacer e MonteCCer.

As vencedoras do Festival na Etapa Coocacer divulgadas no último dia 09 em cerimônia na SIC - Semana Internacional do Café, em Belo Horizonte foram: Campeã, Aline Andrelina S. Costa; 2ª colocada, Kelen Corsi Mantovanelli, e 3ª colocada, Cleuslânia F. Mantovanelli.


Singularidade em parcerias comprometidas

A Noite da Singularidade contou, para sua realização, com um grupo de empresas e entidades que fortaleceram sua promoção e execução, foram elas: Sebrae e LD Celulose como patrocinadores na Cota Diamante e Sicoob Aracredi, Timac Agro, Syngenta Nucoffee, Sicoob Aracoop, Imepac e Fuerza como patrocinadores da cota ouro. Todas as empresas foram homenageadas pela parceria neste evento, bem como em outras iniciativas da cooperativa, recebendo o título de Incentivadores da Qualidade.

“É muito importante enfatizar que a Coocacer Araguari tem um grande papel no desenvolvimento do território do município de Araguari e de todos os municípios do seu entorno. Logo, essa parceria com o Sebrae, vem para fortalecer não somente os produtores, mas todos as micro e pequenas empresas também do município, e esse fomento ao desenvolvimento, a Coocacer faz muito bem”, avalia Naiara Marra, analista do Sebrae.





Sobre a Coocacer Araguari

Fundada em 1993, a Coocacer Araguari é uma cooperativa de cafeicultores, membro da Região do Cerrado Mineiro, que tem como objetivo principal criar oportunidades para a sustentabilidade do negócio café de seus cooperados. Seu propósito é construir e desenvolver relacionamentos sustentáveis, promovendo, apoiando e valorizando seus produtores, a origem e o produto por meio do pensamento coletivo.


Saiba mais acessando: www.coocaceraraguari.com.br

______

Informações para a imprensa

Polliana Dias

(34)98818-7718







200 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Balanço do Agronegócio 2023

O Balanço do Agronegócio de Minas Gerais, elaborado, em sua 4ª edição, pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), apresenta os principais resultados da produção agrope

MANUAL DO CAFÉ / COLHEITA E PREPARO

O café é o principal produto da pauta de exportações do agronegócio de Minas Gerais. É um importante gerador de emprego, renda e, principalmente, um meio de vida para milhares de agricultores mineiros

Comentários


bottom of page