top of page
Buscar

Coocacer e Britvic se unem para promover impacto positivo na realização do Fórum do Agronegócio Sustentável com Tecnologia e Inovação

Parceria visa a implantar “Lixo Zero” demonstrando que a preocupação e as ações de sustentabilidade ocorrem de forma sistêmica nas organizações envolvidas na iniciativa.


ASCOM Coocacer e Britvic



Para a realização do Fórum do Agronegócio Sustentável com Tecnologia e Inovação, que acontece no dia 29 de fevereiro, em Araguari-MG, a Coocacer Araguari, juntamente com IMAS – Instituto Mineiro de Agronegócio Sustentável, organizadores do evento, firmaram parceria com a empresa Britvic Brasil, empresa líder no setor de bebidas não alcoólicas, que reforça seu compromisso com a sustentabilidade ao conquistar a Certificação Lixo Zero em suas unidades fabris de Araguari e Astolfo Dutra, tornando-se as primeiras fábricas do ramo de bebidas em Minas Gerais a alcançar premiação. A unidade de Aracati, no Ceará, também obteve sucesso em seu processo de certificação pela companhia.


Sendo uma das empresas patrocinadoras do Fórum do Agronegócio Sustentável com Tecnologia e Inovação, a Britvic se une à organização do evento para levar o conceito durante a sua realização. Proveniente do Instituto Lixo Zero Brasil, pioneiro no terceiro setor desde 2010, a ação visa transformar atitudes em nível nacional e internacional, incentivando a prática do Lixo Zero em diversos segmentos da sociedade. Seu objetivo é promover a máxima utilização dos resíduos, direcionando-os adequadamente para reciclagem e compostagem.


A Britvic conquistou o reconhecimento recentemente durante premiação promovida pelo Instituto. A empresa se destacou na categoria Indústria Lixo Zero e unidade fabril de Araguari atingiu 98,5% de redução de resíduos, obtendo nota A pelas boas práticas, enquanto Astolfo Dutra alcançou 90,5% de redução, com nota B em boas práticas. Essa avaliação abrange todo o processo da empresa nas fábricas e em interação com a comunidade. Esta conquista marca um avanço significativo em direção à estratégia global da empresa, alinhada à Missão 20|25, visando um "Planeta Mais Saudável". Ao receber o reconhecimento do Instituto Lixo Zero Brasil, a Britvic reafirma seu empenho em adotar práticas ambientais responsáveis e promover atitudes sustentáveis em suas comunidades.


"Pensar em formas sustentáveis dentro da produção para a redução e destinação correta dos resíduos é de extrema importância para indústrias como a nossa, e ter conquistado o Aterro Zero, a parceria eureciclo e agora a certificação Lixo Zero, nos deixa ainda mais orgulhosos do trabalho de toda a linha de produção da Britvic Brasil rumo a decisões e processos mais sustentáveis", afirma Pedro Toé, Head Industrial da companhia.


Além dessas iniciativas, a Britvic já tem 20% das embalagens pós consumo encaminhadas corretamente para cooperativas por meio da logística reversa em parceria com Eureciclo. Além disso, a companhia realiza doações para cooperativas, fez a redução da gramatura das embalagens para menor utilização de materiais, utiliza produtos químicos biodegradáveis na produção, oferece treinamento para funcionários e reutiliza embalagens na construção de itens para espaços compartilhados dentro das fábricas, visando um futuro mais sustentável. Ações e atitudes que poderão ser comprovadas durante a realização do evento.

 

Selo ECOOAR


Com foco na compensação das emissões de CO² (dióxido de carbono) durante ações presenciais, a Coocacer, em março de 2023, buscou o selo ECOOAR e foi a primeira entidade da Região do Cerrado Mineiro a conquistá-lo. Em 2023 foram realizados três eventos com compensações revertidas em plantio de árvores, proteção de nascentes e da biodiversidade, bem como reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente, somando 20 árvores plantadas e um total de 2.840 quilos de CO² compensados.


Para o Fórum do Agronegócio Sustentável com tecnologia e inovação, o selo ECOOAR já é uma realidade. Serão compensados 1846 quilos de CO² e realizado o plantio de 13 árvores. Iniciativas como estas evidenciam o objetivo do encontro que visa à construção de uma base sólida de educação para sustentabilidade permanente com responsabilidade, fundamentada em cinco eixos: educacional, ambiental, social, econômico e governança. O Fórum contempla as iniciativas do Projeto Café Sustentável e promove, neste encontro que reúne produtores rurais, representantes do agronegócio, imprensa e poder público, discussões sobre necessidades e soluções sobre como o setor pode agir para reduzir os efeitos do aquecimento global e mudanças climáticas. Logo, os projetos e ações de ambas as organizações, Coocacer Araguari e Britvic Brasil, fortalecem os objetivos do encontro e as ações da cadeia do agronegócio.


A Britvic, que também investe no selo ECOOAR, aponta que, em 2024, dobrará a quantidade de mudas plantadas no evento para a compensação de carbono.

 

COP 30 no Brasil no centro do debate


A realização da COP30 em 2025 em Belém do Pará, no Brasil trouxe ao IMAS e ao Projeto Café Sustentável, um despertar para uma preparação para mostrar ao mundo o protagonismo da sustentabilidade do agronegócio brasileiro, já que o evento será “dentro de casa”. 

 

O Fórum do Agronegócio Sustentável com Tecnologia e Inovação conta com o apoio do Deputado Federal Zé Vitor e foi idealizado pelo fortalecimento contínuo da produção de café sustentável no município de Araguari e Região, que abriu espaço para aplicar essas diretrizes de maneira mais ampla e efetiva às demais cadeias produtivas do agronegócio, pensando e agindo de forma integrada e organizada para alcance de resultados. Dessa forma, o IMAS, através do Projeto Café Sustentável, assume o pioneirismo de estabelecer metas para a COP30 e a realização do Fórum como um importante momento de união de todos os setores da cadeia agrícola em torno desse objetivo. As metas serão oficialmente entregues ao final do evento aos representantes do Governo Federal, Estadual, Municipal e para a Representante da Delegação da União Europeia no Brasil que estará presente no evento, a senhora Giselle Cortes Galdi de Villemor Salgado.

 

Apoio pela sustentabilidade


O Projeto Café Sustentável e o Fórum, contam com apoio oficial do Governo de Minas Gerais, Secretaria de Estado da Agricultura de Minas Gerais, Deputado Federal Zé Vitor; Deputado Estadual Raul Belém; Prefeitura Municipal de Araguari; Prefeitura Municipal de Indianópolis, Ademinas - Agência de Desenvolvimento de Minas Gerais, Região do Cerrado Mineiro e o SEBRAE que é atuante no desenvolvimento do agronegócio.

 

O patrocínio para a realização do Fórum fica a cargo de empresas e entidades apoiadoras do agronegócio e facilitadoras da implementação da sustentabilidade no setor. Na cota Diamante estão a Imepac e o Deputado Raul Belém. Na cota Ouro são patrocinadores: Sicoob Aracredi; Nucoffee uma iniciativa Syngenta; Sicoob Aracoop e Timac Agro. Na cota Prata patrocinam o evento: Cafebras, Britvic Brasil, Trebeschi, Viveiro de Atitude, Maqnelson e John Deere.

______

 

Sobre a Britvic


Fundada na Inglaterra na metade do século 19, a companhia de capital aberto é uma das maiores do setor de bebidas não alcoólicas do mundo. Detém mais de 50 marcas e, em 1987, firmou parceria com a PepsiCo na Europa. Tem unidades de negócios na Inglaterra, França e Irlanda. Em 2015, iniciou operação no Brasil ao incorporar as marcas Maguary e DaFruta, criando a Britvic Ebba.


Em 2017, comprou a Bela Ischia Alimentos. A partir daí, criou marcas como Puro Coco, Natural Tea e Nuts (de bebida vegetal) e introduziu no país produtos premium das unidades de negócio Britvic do mundo, entre eles os mixers ingleses The London Essence Co. e Britvic Mixers, a linha de xaropes franceses Mathieu Teisseire e o suco orgânico Pressade. Seu foco é sempre aumentar o portfólio multicategoria no mercado de bebidas não alcoólicas, no sentido de unir tradição, inovação e expertise no campo com a qualidade e sabor, suas marcas.

______

 

Informações para a imprensa

 

Polliana Dias 

(34) 98818-7718 

 

Talita Cristina 

(61) 99157-4504 

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anuário do Café 2024

O Brasil é, indiscutivelmente, uma potência na produção de café, liderando as estatísticas como o maior produtor e exportador global. A área total de café em 2024 deve chegar a 2,25 milhões de hectare

Comments


bottom of page